Maior parte dos brasileiros defende educação sexual e discussão sobre política nas escolas
Foto: Reprodução / UFMG

A maioria dos brasileiros acredita que educação sexual e assuntos políticos devem ser temas tratados nas salas de aulas, de acordo com um levantamento do Instituto Datafolha. A abordagem desses dois assuntos nas escolas tem sido alvo de críticas por parte de grupos conservadores e religiosos.

 

Em relação a educação sexual, 54% da população concorda que o tema esteja presente em discussões nas escolas brasileiras, enquanto 44% discorda e 1% não soube responder. Quanto a assuntos políticos, 71% concordam, sendo que 54% apoiam totalmente. O percentual de apoio a esse tema nas escolas é maior do que a discordância em todos os recortes analisados pelo instituto, seja por idade, renda, religião e preferência partidária, por exemplo.

 

Para a pesquisa foram ouvidas 2.077 em 130 municípios brasileiros nos dias 18 e 19 de dezembro. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Histórico de Conteúdo