Guedes empossa novos presidentes de bancos públicos e pede que façam 'a coisa funcionar'
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os novos presidentes do Banco Brasil, Rubem Novaes, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, e da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, tomaram posse dos novos cargos nesta segunda-feira (7), no Palácio do Planalto, durante a cerimônia o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a tarefa dos novos dirigentes será “fazer a coisa funcionar direito” e eliminar associações “perversas” como ocorreram nos últimos anos.

 

Guedes disse ainda que essas associações corromperam a economia brasileira e paralisaram o mercado de crédito. "A Caixa foi vítima de saques e assaltos de recursos públicos", disse. "Falamos do que já aconteceu com o Banco do Brasil que recebeu aumento de capital e mantém mercado de crédito segmentado", completou Guedes.

 

O ministro aproveitou a oportunidade para dizer que a posse dos novos presidentes dos bancos públicos marca uma nova perspectiva sobre as atividades das instituições. “As instituições financeiras são como lubrificantes para o crescimento econômico que depende de crédito”, alertou.

Histórico de Conteúdo