'Bolsonaro me disse que eu participaria com ele do poder', reclama Levy Fidelix
Foto: Alexandra Martins / Câmara dos Deputados

Presidente do PRTB, Levy Fidelix continua insatisfeito com o espaço concedido a seu partido no governo de Jair Bolsonaro (PSL). O único nome do PRTB no grupo é o do general Hamilton Mourão, eleito vice-presidente.

"Ele [Bolsonaro] me disse que eu participaria com ele do poder. E isso é participar do poder?", indagou Fidelix, segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo. Ele acrescenta que nunca pediu nenhum cargo no governo, mas que foi procurado por Bolsonaro para fazer a coligação durante a campanha eleitoral.

Segundo Fidelix, Mourão também está de acordo com as queixas. "O general me disse apenas que chegou no limite [a questão da falta de espaço para o PRTB]. Ou seja, que todo mundo sabe da legitimidade do partido, que é o partido do vice. E que o Jair deveria chamar como primeiro parceiro. E nada disso foi feito", relatou o presidente.

Além dos membros do PRTB, a publicação aponta que o senador Magno Malta (PR-ES) também ficou ressentido sem uma vaga no novo governo. Ele não foi reeleito para o Congresso Nacional.

Histórico de Conteúdo