Weber diz que democracia é 'exercício de tolerância' durante diplomação de Bolsonaro
Foto: Reprodução / TV Justiça

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, citou os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos durante discurso que diplomou Jair Bolsonaro (PSL) o próximo presidente da República. Em sua fala, a ministra lembrou que a diplomação ocorreu no Dia Internacional dos Direitos Humanos e do compromisso do próximo presidente e da Justiça de garantirem diariamente a democracia e os direitos dos mais diversos brasileiros. Ela também criticou o autoritarismo e a intolerância. "Democracia é um exercício constante de diálogo e tolerância", falou. 

 

Weber encerrou seu discurso, considerado um recado para o presidente eleito, cumprimentando Bolsonaro e Hamilton Mourão, eleito vice-presidente. A cerimônia se encaminhou para os proclames finais sem fila de cumprimentos aos diplomados. No seu discurso, Bolsonaro enalteceu o poder do voto e disse que será presidente para todos os brasileiros (veja aqui).

Histórico de Conteúdo