Quarta, 28 de Novembro de 2018 - 08:20

Coronel faz acordo contra veto de Rui com a oposição para manter sessão na AL-BA

por Lucas Arraz

Coronel faz acordo contra veto de Rui com a oposição para manter sessão na AL-BA
Foto: Bahia Notícias

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), teve que se comprometer com a oposição a votar contra um veto enviado pelo governador Rui Costa (PT) nesta terça-feira (27). O acordo feito pelo deputado estadual teve como objetivo garantir a permanência da sessão na Casa.

 

Com pressa para aprovar medidas enviadas pelos poderes Executivo e Judiciário até o fim do ano, Coronel acordou com o líder da minoria, o deputado estadual Luciano Ribeiro (DEM), que se posicionaria contra o pedido do governador aliado. Em contrapartida, a oposição se comprometeu a não pedir vista do veto, o que adiaria outras votações previstas para o dia.

 

No texto enviado para AL-BA, Rui solicitou a suspensão do projeto aprovado com emendas, que autorizava a repactuação de dívidas contratadas com o extinto Banco do Estado da Bahia S.A. (Baneb) (veja aqui). Para o governador, a emenda apresentada pelo próprio Coronel - que reduzia a taxa de juros e aumentava o número de parcelas possíveis no pagamento- desvirtuou o modelo de repactuação originalmente proposto pelo Executivo.

 

Apesar de ter votado contra por acordo, Coronel se mostrou espontaneamente opositor a ideia. “Ao meu ver o veto integral do projeto foi desnecessário”, declarou. Na sua emenda, o presidente expandiu o prazo de parcelamento das dívidas, proposto por Rui, de 12 para 24 meses. O senador eleito também emendou a matéria vetada uma redução de juros de 15% para 12% na dívida. “A economia está combalida e todos os Refis [Programa de Refinanciamento Fiscal] que tem por aí, tem prazos maiores. O prazo maior visava dar mais fôlego aos devedores”, completou Coronel.

 

Mesmo com votos contrários da oposição e do presidente, o veto foi mantido com os votos da bancada do governo.

Histórico de Conteúdo