Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 13 de Novembro de 2018 - 00:00

Salvador tenta receber conferência da ONU sobre mudanças climáticas em 2019

por Guilherme Ferreira

Salvador tenta receber conferência da ONU sobre mudanças climáticas em 2019
COP de 2017 aconteceu em Bonn, na Alemanha | Foto: BMUB / Michael Gottschalk

Salvador tenta receber em novembro de 2019 a 25ª edição da Conferência das Partes (COP) no novo centro de convenções da cidade, em construção na orla da Boca do Rio (leia mais aqui). O evento anual é um órgão de decisão suprema da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), que reúne os principais países do mundo.

 

"A Conferência das Partes nós estamos disputando. O Brasil já garantiu ser a sede e a gente já registrou o interesse. O prefeito ACM Neto já enviou uma carta ao presidente confirmando o interesse", declarou ao Bahia Notícias nesta segunda-feira (12) o titular da Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis), André Fraga. Na avaliação dele, Salvador "está bem situada" para ser sede do evento.

 

Há um rodízio regional para definir a sede das COPs, e cabe a um país da América Latina e do Caribe sediar a edição do evento no próximo ano. O secretariado da UNFCCC já foi comunicado sobre a tentativa do Brasil para receber a conferência. Com apoio dos países da região, a candidatura brasileira deve ser submetida a aprovação durante a COP deste ano, marcada para a cidade de Katowice, na Polônia, entre 2 e 14 de dezembro.

 

Fraga destaca que, ao receber o evento, Salvador pode dar um impulso à sua economia e receber atenção mundial durante alguns dias. "Você tem a possibilidade de ser o centro do debate mundial naquela semana. Salvador estaria na tela global. Aqui nós receberíamos chefes de Estado. As decisões tomadas aqui seriam históricas. Todo mundo fala do Acordo de Paris, todo mundo fala do Protocolo de Kyoto", exemplificou o secretário.

 

O Centro de Convenções, possível sede da COP 25 caso Salvador receba o evento, começou a ser construído na orla da Boca do Rio em setembro e a previsão é que o equipamento fique pronto em um ano. Portanto, caso não ocorram atrasos, ele seria entregue a apenas dois meses do início da conferência, prevista para acontecer de 11 a 22 de novembro de 2019.

Histórico de Conteúdo