Tiago Cedraz, filho de ministro baiano do TCU, é alvo de operação da PF
Foto: Reprodução

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (18) mais uma fase da Operação Registro Espúrio para investigar supostos desvios de valores da Conta Especial Emprego e Salário (CEES).

De acordo com o G1, um dos alvos da investigação é o advogado baiano Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU).

O apartamento e o escritório de Tiago são alvos de buscas. O sócio dele Bruno Galeano é alvo de mandado de prisão temporária. Além deles, o chefe de gabinete do deputado federal Paulinho da Força (SD), Marcelo Cavalcante, é alvo de mandado de busca. O parlamentar já havia sido investigado em fase anterior da Registro Espúrio.

No total, a PF cumpre 16 mandados de buscas e 9 de prisões temporárias. Os mandados foram autorizados pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). (Atualizada às 7h27).

Histórico de Conteúdo