Prefeitura determina apuração de ação da Guarda Municipal em ato de professores
Foto: Reprodução / APLB

A prefeitura de Salvador determinou a apuração do comportamento da guarnição da Guarda Civil Municipal que participou da ação que tentou garantir o acesso à Secretaria de Educação (Smed), na manhã da última terça-feira (7) (veja aqui). 

 

“Se ficar constatado qualquer excesso, deverão ser tomadas as medidas cabíveis”, afirmou o prefeito ACM Neto. “Não se justifica que professores impeçam o acesso a prédios públicos nem tampouco reações exageradas por parte de guardas municipais”, completou. 

 

Em contato com o Bahia Notícias, o sindicato dos professores municipais (APLB) acusou as guarnições de causarem a confusão e garantiu que registrou um Boletim de Ocorrência (BO) do caso.

 

Sem chegar a nenhum acordo há quase 1 mês, a prefeitura de Salvador oferece 2,5% de reajuste no salário dos professores enquanto a categoria pede 6,5% e um plano de carreira melhor. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, cerca de 7% das escolas da capital aderiram ao movimento.  O número representa 32 escolas no total.  

Histórico de Conteúdo