Lula avisou a aliados que não quer prisão domiciliar, aponta coluna
Foto: Paulo Pinto / AGPT

Antes da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) negar que haviam registrado qualquer pedido de prisão domiciliar, o próprio Lula adiantou que não concordava com o eventual requerimento. O petista deu seu parecer quando foi consultado por aliados sobre o assunto na última, sexta-feira (22). Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, isso agravou a crise entre os advogados dele. Como reforça sua inocência, o discurso trabalhado é pela liberdade plena e não por uma pena alternativa. Preso desde o dia 7 maio na sede da Polícia Federal (PF), em Curitiba, Lula foi condenado em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do triplex do Guarujá.

Histórico de Conteúdo