SD só não firma apoio a Zé Ronaldo 'se houver imposição' à chapinha, diz Luciano Araújo
Foto: Reprodução / Youtube Solidariedade

Atualmente na base do prefeito ACM Neto, o Solidariedade (SD) é um apoio quase garantido à candidatura de Zé Ronaldo (DEM) ao governo do Estado. O presidente da sigla na Bahia, Luciano Araújo, explica que essa é a tendência, já que as siglas são coligadas. "A única possibilidade da gente não ficar com Zé Ronaldo é se houver alguma imposição pra não aceitarem a nossa chapinha com os partidos menores", frisa Araújo em entrevista ao Bahia Notícias. Pré-candidato a deputado federal, o postulante explica que a chapinha será formada por partidos sem políticos com mandato. "A nossa tendência é essa, pegar aqueles partidos que faziam escada pra fazer os deputados de mandatos e nós indicarmos juntos pra eleger dois ou três [deputados] federais e cinco ou seis [deputados] estaduais", pontua. Esse grupo é composto por partidos como PV, PPS, PTC, PSDC, PHS e SD. Quanto à conjuntura nacional, Araújo ressalta que o partido vai dar prosseguimento à candidatura do ex-ministro Aldo Rebelo à Presidência da República. A imprensa nacional tem noticiado a existência de um acordo entre Solidariedade, PP, PRB e DEM em prol de único nome, mas o parlamentar desconhece essa conjuntura. Oficialmente, PRB e DEM trabalham seus próprios candidatos, o empresário Flávio Rocha e o presidente da Câmara Rodrigo Maia, respectivamente.

Histórico de Conteúdo