Quarta, 04 de Abril de 2018 - 00:00

Professor lança pré-candidatura ao Senado pelo PDT sem aval da direção do partido

por Fernando Duarte / Ana Cely Lopes

Professor lança pré-candidatura ao Senado pelo PDT sem aval da direção do partido
Foto: Reprodução / Interior da Bahia

Apesar do professor Desidério Melo (PDT) ter lançado sua pré-candidatura ao Senado nesta segunda-feira (2) na sede do partido, a sigla ainda não o reconhece como candidato. "Ele ainda não é candidato porque ninguém é. A gente não teve convenção nem decisão", explicou o presidente da executiva baiana do PDT, o deputado federal Félix Júnior. Segundo ele, existe a chance da sigla ter um candidato ao Senado, mas que isso vai ser decidido junto à executiva nacional e aos deputados. "Temos uma pessoa que se lançou como pré-candidato, mas o partido ainda não analisou isso", disse. De acordo com Félix, a relação com o governador Rui Costa, entretanto, não sofrerá alterações. "[A relação] Não muda nada", afirmou. Caso o PDT oficialize a candidatura do professor, o partido teria uma candidatura avulsa à chapa majoritária de reeleição de Rui, um empecilho para uma coligação entre a legenda e o PT. Em release enviado pela assessoria do professor Desidério, ele afirmou que a pré-candidatura foi negociada em reuniões com movimentos sociais, deputados e dirigentes pedetistas. “Nossa candidatura vem sendo construída depois de muitas conversas, e todas as respostas foram positivas, por se tratar de uma construção pela base. Mas eu sei que não será fácil, como não foram fáceis as nossas lutas do passado, como as de Brizola”, disse.

Histórico de Conteúdo