Domingo, 04 de Fevereiro de 2018 - 17:39

Neto diz que deseja acordo com Ecad e evita falar sobre Manno: 'Com ele só trato na Justiça'

por Lucas Arraz / Rebeca Menezes

Neto diz que deseja acordo com Ecad e evita falar sobre Manno: 'Com ele só trato na Justiça'
Foto: Gilmar Castro / Ag. Haack / Bahia Notícias

O prefeito de Salvador, ACM Neto, disse que não vai comentar as acusações do compositor Manno Góes de que a gestão tem se recusado a conversar com o Ecad sobre os direitos autorais devidos. As cobranças de Manno já são feitas há alguns meses, mas recentemente ganhou o apoio do movimento Procure Saber, liderado pela produtora Paula Lavigne, mulher de Caetano, e que tem como membros diversos artistas (veja aqui). Presente neste domingo (4) no circuito Orlando Tapajós, onde ocorre o Furdunço, Neto explicou que espera que a situação seja resolvida. "A gente tem, através do secretário Claudio Tinoco, mantido diálogo com o Ecad. É possível que se produza um acordo. A meu desejo é esse. Agora tudo feito com base na discussão técnica", defendeu. Já sobre o compositor, o prefeito disse que não vai comentar: "Com Manno Gois eu só trato na Justiça. Ele está sendo processado por mim, por calúnias que disse contra mim. Eu não tenho condições de conversar com uma pessoa que é completamente partidária". Um outro assunto também não deve ser tratado pelo democrata, ao menos até o fim do Carnaval: o seu futuro político em relação às eleições de 2018. Claro que eu vou confirmar minha decisão em março. É quando eu vou anunciar o que eu vou fazer. Agora se a decisão será permanecer na prefeitura ou disputar o governo, isso ainda não está resolvido. Eu não vou tratar desse assunto durante o Carnaval nem me preocupar com isso agora.



Histórico de Conteúdo