Quinta, 30 de Novembro de 2017 - 11:19

Almiro Sena tem prisão domiciliar revogada, afirma coluna

Almiro Sena tem prisão domiciliar revogada, afirma coluna
Foto: Divulgação

O promotor de Justiça Almiro Sena, que é acusado de assediar sexualmente servidoras da antiga Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), teve a prisão domiciliar (clique aqui) revogada pelo desembargador Mário Alberto Hirs, relator do caso no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), segundo informações da coluna Satélite, do jornal Correio (lembre o caso). Com a decisão, o promotor poderá o julgamento em liberdade. Mesmo com a revogação das medidas cautelares, Hirs concluiu o relatório sobre a denúncia apresentada pelo Ministério Público do Estado (MP-BA) e liberou a ação para julgamento. A acusação de estupro refere-se ao período em que Sena foi titular da SJCDH, entre 2011 e 2014. Ele chegou a ser preso preventivamente por determinação de Hirs e ficou detido por oito dias no 12º Batalhão da PM, em Camaçari (veja aqui).

Histórico de Conteúdo