Edson Fachin manda soltar Gustavo Ferraz, preso com Geddel por bunker de R$ 51 milhões
Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar o ex-diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Gustavo Ferraz, aliado do ex-ministro Geddel Vieira Lima. A Polícia Federal encontrou impressões digitais de Geddel e Ferraz nos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador e no material que envolve o dinheiro. Ferraz estava detido no Presídio da Papuda, em Brasília e foi exonerado do cargo após ser preso, no dia 8 de setembro. Segundo o G1, o ministro do STF determinou que o ex-diretor da Codesal fique em prisão domiciliar usando tornozeleira eletrônica, sem acesso a telefone e internet. Ele também não pode exercer qualquer função pública, ter contato com qualquer investigado no caso, e deve pagar fiança de R$ 93.700.



Histórico de Conteúdo