Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

PF faz buscas na Câmara; gabinete de Lúcio Vieira Lima é um dos alvos
Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Câmara

A Polícia Federal está fazendo buscas na Câmara dos Deputados na manhã desta segunda-feira (16) em Brasília, e um do alvos é o gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). A operação acontece a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Lúcio é irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso preventivamente desde julho, após a polícia apreender R$ 51 milhões em um imóvel que estaria sendo emprestado ao político – é a maior apreensão de dinheiro vivo da história da corporação. Em setembro, as investigações foram encaminhadas ao Supremo Tribunal Federal (STF). O motivo da transferência para o STF são os indícios encontrados nas investigações em relação a Lúcio Vieira Lima, que tem foro privilegiado na Corte por ser deputado federal. As investigações apontam que, na verdade, o apartamento foi emprestado a Lúcio Vieira Lima e era usado por Geddel.



Histórico de Conteúdo