Quinta, 09 de Fevereiro de 2017 - 00:00

Câmara de Salvador aprova criação da 3ª vice-liderança de governo e oposição

por Bruno Luiz

Câmara de Salvador aprova criação da 3ª vice-liderança de governo e oposição
Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
A Câmara de Vereadores de Salvador aprovou nesta quarta-feira (8) a criação da 3ª vice-liderança de governo e oposição. A medida foi incluída no Plano de Reestruturação Administrativa Organizacional da Casa e integra uma série de mudanças que gera uma despesa anual de até R$ 798,5 mil. De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, a decisão de votar o projeto foi tomada em reunião do Colégio de Líderes, no dia anterior à sessão. Nos bastidores da Câmara, a criação dos cargos é tratada como uma caixa de ovos. Questionados sobre a votação, vereadores procurados preferiram não falar abertamente sobre a medida. A modificação, que reorganiza a estrutura organizacional da CMS, é avaliada pelos próprios legisladores como pouco transparente e aprovada sem um amplo debate. Apesar da criação dos novos cargos, a previsão é de que o gasto com a folha de pagamento da Casa se mantenha estável, em relação ao ano passado. Atualmente, a Câmara possui dois vice-líderes para cada bancada. No governo, ocupa a 1ª vice-liderança o vereador Duda Sanches (DEM), enquanto Alfredo Mangueira (PMDB) é o 2º vice-líder. Já na oposição, a 1ª vice-líder é Aladilce Souza (PCdoB), acompanhada na 2ª vice-liderança pelo petista Moisés Rocha. Os novos vice-líderes terão direto a 25 pontos cada, no valor de R$ 293,00, de acordo com valores atualizados para a atual legislatura, para rearrumação das funções comissionadas entre cargos de confiança já existentes (clique aqui e entenda como funcionam os pontos). A indicação do 3º vice-líder governista caberá ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), enquanto a bancada de oposição cuidará de escolher seu 3º vice-líder.

Histórico de Conteúdo