Domingo, 15 de Novembro de 2015 - 12:15

Casemiro Neto foi sócio de uma das empresas; não há indícios de sua participação

por Luana Ribeiro / Aymeé Francine

Casemiro Neto foi sócio de uma das empresas; não há indícios de sua participação
Foto: Divulgação / TV Aratu
Após apresentar a operação Aleteia, a inspetora fazendária Scheilla Calvacanti Meireles divulgou quais empresas faziam parte do esquema de fraude e sonegação fiscal. De acordo com Scheilla, o apresentador Casemiro Neto foi sócio de uma das organizações envolvidas durante oito anos, mas não há indícios da participação do jornalista no esquema investigado. Segundo Scheilla, estão entre os alvos de mandados de busca e apreensão as seguintes empresas: Altis Importação e Comércio Ltda., CVM Comércio e Serviços, Semp Comercial e Serviços Ltda., RC Group Comércio e Serviços Ltda., SEG Livros, Editora, Comércio e Representação; Luiz Carlos Viana Mattos ME; Comercial Caminho das Pedras Ltda.; CVM Livraria e Papelaria Ltda.; Infinity Empreendimentos Ltda; Livraria e Papelaria Mattos; Positivo Empreendimentos Ltda; Época Empreendimentos Individuais Ltda. ME; Sete Mares Comércio de Artigos de Papelaria ME; Liprofar Comércio e Serviços Ltda; BVM Comércio e Serviços; Alfa Comércio de Livros e Serviços; Brasil Books; Office 2; RPC Livraria; RPC Distribuidora de Livros e CEV. 

Histórico de Conteúdo