Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bolsonaro é condenado a pagar indenização por dizer que deputada não merecia ser estuprada
Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil
O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) terá que desembolsar R$ 10 mil para pagar uma indenização à colega Maria do Rosário (PT-RS), por danos morais, por ter dito que não a estupraria porque ela "não merece". De acordo com na coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Bolsonaro citou imunidade parlamentar e disse que não causou "danos indenizáveis". As alegações foram rejeitadas mas ele pode recorrer da decisão da juíza Tatiana Dias da Silva, da 18ª Vara Cível de Brasília. "Ela não merece porque ela é muito ruim, porque ela é muito feia. Não faz meu gênero. Jamais a estupraria", afirmou Bolsonaro à época. Além disso, outro processo, por quebra de decoro parlamentar, tramita no STF (Supremo Tribunal Federal).

Histórico de Conteúdo