Habeas corpus preventivo tenta evitar possível prisão de Lula na Lava Jato
Foto: Ricardo Stuckert/ Institulo Lula
A Justiça Federal do Paraná recebeu nesta quarta-feira (24) um habeas corpus preventivo para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não seja preso na Operação Lava Jato. O pedido, feito às 16h20, visa evitar a detenção mesmo que haja o pedido do juiz federal Sergio Moro, responsável pela operação. Segundo a Folha de São Paulo, a informação foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, mas o Instituto Lula negou que a solicitação tenha partido do ex-presidente. O grupo alega que qualquer pessoa pode ter feito o pedido. A solicitação foi feita em uma ação que envolve o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, e cita como assuntos relacionados "lavagem" ou "ocultação de bens, direitos ou valores oriundos de corrupção". Em conversas, Lula teria se mostrado preocupado com uma possível prisão por não ter mais foro privilegiado. Desde o fim de 2014, já havia rumores de que caso Marcelo Odebrecht fosse preso, o ex-presidente, próximo ao executivo, "cairia" também.


Histórico de Conteúdo