Sexta, 27 de Março de 2015 - 09:45

Delação de Ricardo Pessoa estaria aguardando homologação de Teori Zavascki

por Ricardo Luzbel / Fernando Duarte

Delação de Ricardo Pessoa estaria aguardando homologação de Teori Zavascki
Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo
O empresário baiano Ricardo Pessoa, presidente da UTC/Constran, teria formalizado o acordo de delação premiada e as informações colhidas estariam sob responsabilidade do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki. A homologação do conteúdo da delação pelo STF é necessária para que o investigado na Operação Lava Jato tenha redução ou abrandamento de pena. Segundo fontes do Bahia Notícias, o depoimento de Pessoa atinge em cheio figuras influentes no Palácio do Planalto e, em alguns casos, políticos de grosso calibre do cenário baiano. A negociação para que o empresário baiano fizesse delação premiada acontece desde a prisão de Pessoa, em novembro de 2014, na sétima fase da Operação Lava Jato. A colaboração do presidente da UTC/Constran com as investigações é considerada um barril de pólvora para proeminentes nomes da política brasileira, inclusive ligados a outros escândalos.

Histórico de Conteúdo