Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Em viagem oficial, ministro da Justiça teve encontro secreto com Rodrigo Janot
Foto: Reprodução
Durante viagem oficial a Buenos Aires, na Argentina, em novembro de 2014, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, teve um encontro com o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, fora de sua agenda, dias após a prisão de empreiteiros investigados na Operação Lava Jato pela Polícia Federal. De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo deste domingo (8), a reunião secreta entre ministro e procurador aconteceu no dia 22 de novembro, numa área turística de Puerto Madero, a três dias de procuradores desembarcarem na Suíça em busca das contas bancárias que teriam sido usadas pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, delator do esquema de corrupção que operava na estatal. Ainda segundo o jornal, inicialmente a assessoria de José Eduardo Cardozo informou que o ministro havia viajada para a Argentina para um encontro com autoridades do país, e só depois confirmou o "encontro pessoal" com Rodrigo Janot. Entretanto, ministro e procurador negaram ter tratado da lista de políticos envolvidos no esquema, entregue ao STF esta semana com pedido de arbetura de inquérito.

Histórico de Conteúdo