Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Gabrielli nega que Conselho de Administração da Petrobras abrirá processo contra ele
Foto: Divulgação
O ex-presidente da Petrobras e secretário de Planejamento do Estado da Bahia, José Sérgio Gabrielli, negou nesta terça-feira (18), que a informação de que o Conselho de Administração da Petrobras decidiu pedir a abertura do processo judicial contra ele e outros 14 funcionários da estatal. Por meio de sua assessoria, Gabrielli informou que as conclusões da Comissão Interna de Auditoria da Petrobras após a apuração da compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), foram encaminhadas ao Conselho, “que decidiu aguardar o posicionamento final da Controladoria Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU) que estão com processos em andamento para analisar os fatos. O comunicado ainda reforçou que somente após a decisão dos órgãos de controle, o Conselho de Administração deverá definir medidas cabíveis à Gabrielli, se os prejuízos forem confirmados. "Ainda não fui comunicado formalmente pela Petrobras a respeito das conclusões da Comissão Interna em relação à minha atuação no processo de compra de Pasadena. Estou no aguardo das informações", afirma Gabrielli. 

Histórico de Conteúdo