Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Presidente do PT em Salvador diz que Imbassahy é saudoso da ditadura e quer poder ‘na mão grande’
Foto: Reprodução
O presidente do PT em Salvador, Edson Valadares, fez duras críticas ao líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Antônio Imbassahy, após este afirmar que o decreto que criava conselhos populares em órgãos da administração pública era “bolivariano” e que a oposição “impediu que voto de cada eleitor brasileiro valesse menos que uma cantada da presidente”. Imbassahy foi um dos articuladores para que o decreto fosse derrubado na Câmara. “Ele que tem origem política na ditadura, trazido pelas mãos de Antônio Carlos Magalhães, parece ter saudades destes tempos. Seu discurso é o mesmo dos integralistas e dos representantes da TFP (tradição, família e propriedade), prega o ódio e golpe contra a democracia”, disse Valadares, antes de partir para o ataque: “O ex-prefeito que tentou por duas vezes voltar à prefeitura foi rechaçado pela população e ficou conhecido como o pai do metrô calça-curta. Agora articula com os setores mais reacionários da sociedade um golpe nas eleições, querendo tomar ‘na mão grande’ o que o eleitorado decidiu nas urnas. As instituições brasileiras estão sólidas e o povo não é tolo, saberão reagir à frustrada tentativa do PSDB em ganhar no grito”, finalizou o petista.


 


Histórico de Conteúdo