Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Policia decide afastar por 45 dias suspeito de matar criança em Amargosa
Menina de um ano foi sepultada nesta quinta | Foto: Amargosa Notícias
O policial suspeito de ter atirado em uma criança de um ano em Amargosa, no sudoeste baiano, antes da invasão de moradores a uma delegacia nesta quarta-feira (16), ficará 45 dias afastado do trabalho. Ele já prestou depoimento na Corregedoria da Polícia Civil em Salvador e responderá ao processo em liberdade. Ele relatou, em depoimento, que buscava por um traficante conhecido por “Bolacha” e explorou uma casa onde, supostamente, estaria o criminoso. Ao chegar, foi recebido por tiros e reagiu já fora da residência. Quando descobriu que a criança foi atingida durante a troca de tiros, a socorreu até o Hospital Municipal. Moradores e familiares negam que isso tenha acontecido e afirmam que o policial entrou no local e fez os disparos. Com gritos de protesto e pedidos de justiça, centenas de pessoas acompanharam o sepultamento de Maria Vitória Souza Santos na tarde desta quinta-feira (17).

Histórico de Conteúdo