Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Rui Costa promete 40 mil policiais e critica sucateamento das polícias na gestão PFL
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Em conversa com lideranças políticas de Salvador, o pré-candidato ao governo do Estado, Rui Costa (PT), revelou medidas que pretende implantar, se eleito, na área de segurança. Entre as aspirações está a ampliação do efetivo da polícia para 40 mil pessoas. “Era o menor contingente da polícia, 26 mil, que Wagner elevou para 32 mil e eu vou chegar a 40 mil homens e mulheres, criando mais companhias especializadas e levando o Graer [Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia] ao interior do estado”, prometeu. O petista fez críticas à atuação na área da gestão do DEM (antigo PFL), encerrada em 2006. Entre as queixas, está o sucateamento das polícias, com viaturas velhas, profissionais sem armamento e coletes salva-vidas, além da inexistência de promoção para os agentes durante 15 anos.

Histórico de Conteúdo