Micro-ônibus devem reforçar transporte em caso de greve de rodoviários, diz secretário
Foto: Evilásio Júnior / Bahia Notícias
Um esquema foi montado pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Transporte (Semut) para atenuar os problemas da população caso a greve dos rodoviários se concretize na próxima terça-feira (27). De acordo com o secretário Fábio Mota, 300 micro-ônibus da frota complementar devem ser realocados para avenidas de grande circulação, como ACM e Suburbana. “Vamos liberar o sistema para que possam atuar nas áreas de grande fluxo de Salvador. Esperamos que a lei de greve seja respeitada e que 30% da frota esteja operando. Aí, teremos cerca de mil ônibus para atender à população”, explicou ao Correio. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários do Estado da Bahia (Sinttroba), a greve também atinge os ônibus da Região Metropolitana de Salvador e cidades do interior como Feira de Santana e Itabuna. Se ocorrer, a greve pode paralisar até 3 mil coletivos. Nesta sexta-feira (23), o advogado do Sindicato dos Rodoviários, Gervásio Firmo, disse ao Bahia Notícias que, caso a redução da jornada diária para seis horas não seja discutida, a tendência de paralisação “é forte”.

Histórico de Conteúdo