Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 30 de Abril de 2014 - 11:16

‘Minha Casa, Minha Dilma’ ganha coro com Jaques Wagner, que referenda Rui Costa

por Carol Prado/ Marcos Russo

‘Minha Casa, Minha Dilma’ ganha coro com Jaques Wagner, que referenda Rui Costa
Foto: Carol Garcia / GOV BA
O governador do Estado, Jaques Wagner (PT), iniciou a fala no evento de entrega de 1,5 mil unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, em Camaçari, reverenciando a presidente da República e brincou com o que já tinha dito o prefeito de Camaçari, Adelmar Delgado, seu correligionário: “Minha Casa, Minha Dilma”. O chefe do Executivo baiano fez uma breve pausa ao cumprimentar os presentes, durante cumprimento ao seu ex-secretário, o deputado federal e pré-candidato da legenda ao governo da Bahia, Rui Costa. “Quando Rui [Costa] era chefe da Casa Civil teve uma atuação importante no programa. Nós batemos todos os recordes do programa, aqui na Bahia, e estamos trabalhando na possibilidade, também, de ampliar ainda mais essa oferta, na medida em que o estado da Bahia era o que tinha o maior déficit do país”, computou. O governador salientou a importância do projeto habitacional. “Foi Dilma quem organizou, quando era ministra de Lula, e ela melhorou esse programa. O coração de mulher, de mãe, de avó é mais chegada à questão da família. Hoje não se paga mais entre R$ 50 e R$ 160 [as parcelas]: se paga entre R$ 25 e R$ 80, a depender da renda familiar. Na primeira etapa as casas eram entregues sem piso. Hoje todas têm piso. Tudo que era bom com Lula, ficou melhor ainda com Dilma”, comparou. "Que Deus abençoe esta mulher que trabalha o dia inteiro, de domingo a domingo. Ontem já lhe chamaram de 'rainha dos pobres', hoje de mãe doce. Tenho orgulho de você", arrematou. 

Histórico de Conteúdo