Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 07 de Março de 2014 - 20:40

‘Botão do Pânico’ pode ser adotado em Salvador

‘Botão do Pânico’ pode ser adotado em Salvador
Foto: Reprodução
A adoção do Dispositivo de Segurança Preventiva (DSP), popularmente chamado de Botão do Pânico, deverá ser a principal decisão da sessão temática pelo Mês da Mulher, dia 18 de março na Câmara Municipal de Salvador (CMS). O Projeto de Indicação nº 269/13, de autoria do presidente da Casa, vereador Paulo Câmara (PSDB), prevê a adesão do município ao programa criado com o objetivo de atender às mulheres em medida protetiva, vítimas de violência doméstica. No momento em que o botão é pressionado, a Central de Monitoramento recebe um chamado e disponibiliza um processo de escuta que além de receber a localização exata do dispositivo, inicia de imediato a gravação do áudio ambiente, que será armazenado em um banco de dados à disposição da Justiça. Toda a conversa poderá ser utilizada como prova judicial contra o agressor. O Botão do Pânico foi criado pela coordenadora Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo, juíza Hermínia Maria Silveira Azoury, com o objetivo de melhorar o combate e prevenção à violência contra as mulheres.

Histórico de Conteúdo