Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Proposta de reduzir ministérios é ‘de direita’, afirma Wagner

Proposta de reduzir ministérios é ‘de direita’, afirma Wagner
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias
A proposta de extinguir 14 entre os 38 ministérios do governo da presidente Dilma Rousseff, feita pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB-RN), e acompanhada pela sigla, foi desacreditada pelo governador Jaques Wagner. “Não sei como ele fez essa conta. Esse é o discurso da direita: menos Estado. E a rua está pedindo mais presença de Estado e não menos”, avaliou o gestor, após participar de evento do Ministério da Cultura em Salvador para lançar um programa para a comunidade negra. Wagner diz não compartilhar da opinião do peemedebista e supõe que os protestos pedem apenas a diminuição da corrupção e do desperdício. “A rua está pedindo mais saúde, mais educação, mais transporte público, significa mais investimento estatal, e quem contesta nosso modelo diz que precisa ter menos Estado, inclusive os que tiraram R$ 50 bilhões por ano da saúde pública brasileira [com a extinção da CPMF]. Cinco anos são R$ 250 bilhões, é dinheiro para caramba. É preciso que se estabeleça esse debate, não que eu queira carimbar que as ruas são nossas ou deles”, completou. Informações do A Tarde.