Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Senador chama Joaquim Barbosa de ‘mentiroso’ e classifica decisão do ministro como ‘sorrateira’

O clima voltou a ficar tenso nesta quinta-feira (18) entre o Congresso e o Supremo Tribunal Federal, após decisão do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, de suspender a criação de quatro Tribunais Regionais Federais (TRF’s), entre eles um em Salvador. O deputado federal André Vargas (PT-PR) afirmou se tratar de um “grande equívoco” a medida, considerada por ele “absolutista”. Os parlamentares tinham aprovado a instalação das unidades, mas Joaquim Barbosa considerou que a decisão feria a prerrogativa do Supremo de decidir sobre o tema. “O ministro Joaquim pensa que ainda vive no período do absolutismo e tem sempre que prevalecer sua opinião. Espero que o plenário revogue essa decisão”, disse Vargas. Já o senador Sérgio Souza (PMDB-PR) foi além e afirmou se tratar de uma manobra “sorrateira” de Barbosa. “Isso foi sorrateiro, ele esperou o Supremo e o Congresso entrarem em recesso para conceder à liminar. Se ele deixasse para depois do recesso e tivesse distribuído para outro ministro, não haveria liminar. Ele fez isso porque sabe que, no recesso, ele é quem toma as decisões. Ele mentiu muito ao dizer que a criação dos tribunais seria um gigantismo para a Justiça. Também mentiu em relação ao preço final dos tribunais. Ele é presidente de um Poder, mas não pode fazer uma coisa dessas”, atacou o senador. Informações da Folha de São Paulo.