Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

‘Combate ao terrorismo não pode significar violação da privacidade’, diz Dilma

Por Portal Terra

‘Combate ao terrorismo não pode significar violação da privacidade’, diz Dilma
Presente à cúpula do Mercosul realizada em Montevidéu, no Uruguai, a presidente Dilma Rousseff (PT) defendeu nesta sexta-feira (12) a necessidade de que sejam tomadas medidas para investigar e punir os possíveis atos de espionagem internacional das quais os EUA estão sendo acusados. Informações reveladas pelo ex-analista da inteligência americano Edward Snowden apontam que o governo dos Estados Unidos realiza espionagem em larga escala da população americana e de setores de diversos países. "Nós entendemos que exista uma operação transnacional de combate ao terrorismo, mas isso não pode significar a violação do direito a privacidade", afirmou Dilma em conversa com jornalistas após o fim da reunião em Montevidéu. Questionada se os EUA devem explicações a muita gente, a presidente foi clara: "eu não sei, mas nós (Mercosul) gostaríamos de ter as nossas explicações". Segundo reportagem publicada pelo jornal O Globo, a inteligência americana mantém um esquema de espionagem que afetaria milhões de brasileiros e pessoas em trânsito pelo Brasil.