Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

Câmara: 70 projetos para mobilidade urbana de Salvador serão discutidos e irão à votação

Câmara: 70 projetos para mobilidade urbana de Salvador serão discutidos e irão à votação
Audiência Pública discutiu reivindicações do Movimento Passe Livre
Na audiência pública realizada, nesta quinta-feira (11), na Câmara Municipal para discutir as reivindicações entregues pelo Movimento Passe Livre (MPL) em Salvador ficou estabelecido a criação de um "Fórum Institucional" para tratar dos pedidos dos manifestantes. De acordo com o presidente da Casa, vereador Paulo Câmara (PSDB), que também coordenou o encontro, no próximo dia 16 de julho, durante a reunião do colégio de líderes no Legislativo soteropolitano, serão analisados 70 projetos que tratam da mobilidade urbana já apresentados na Casa. A ideia é que o colegiado encaminhe apenas para votação proposta consideradas viáveis. Diversas representações de órgãos públicos foram convidadas e integraram a Mesa, além de sete representantes do MPL. “Estamos cumprindo nosso papel de formatar o debate. A Casa está disposta a contribuir com a melhoria da cidade e funciona como facilitadora do processo. Convidamos os representantes dos Poderes Públicos e o Legislativo Municipal está elaborando um documento sobre as discussões de hoje acerca da pauta de reivindicações e encaminhará à Prefeitura e o Governo do Estado”, afirmou Paulo Câmara. Também nesta quinta, o secretário municipal de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia, deu início ao processo para reinstalação do Conselho Municipal de Transporte. Quatorze entidades da sociedade civil e a Câmara de Vereadores foram comunicadas oficialmente para que indicassem seus representantes à composição do colegiado. A expectativa de Aleluia é de que o colegiado seja instalado até agosto próximo. O Conselho é composto por 14 representantes de entidades civis, sete do Poder Legislativo e sete do Executivo.