Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

Renan se recusa a ressarcir cofres públicos após usar avião da FAB para ir a casamento em Trancoso

Renan se recusa a ressarcir cofres públicos após usar avião da FAB para ir a casamento em Trancoso
Presidentes da Câmara e do Senado utilizaram aeronaves para fins particulares
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), bateu o pé e se negou a ressarcir os cofres públicos por ter utilizado avião oficial da Força Aérea Brasileira (FAB) para ir ao casamento da filha do senador Eduardo Braga (PMDB-AM) em Trancoso, no sul baiano. O peemedebista afirmou nesta quinta-feira (4) que participou do "compromisso" como presidente do Senado e, como chefe de Poder, teria direito ao uso da aeronave oficial – mesmo que a viagem não fosse oficial. "Fui convidado como presidente do Senado, fui cumprir um compromisso como presidente do Senado. Quem está obrigado a ir a serviço é o ministro de Estado. O presidente do Senado, o presidente da República, o presidente do Supremo Tribunal, eles têm transporte de representação porque ele é chefe de poder (sic)", justificou. O parlamentar afirmou ainda que nem todas as viagens da presidente Dilma Rousseff (PT) em aeronaves oficiais são "a serviço", mas mesmo assim a líder nacional tem a prerrogativa de utilizar o avião. Pela legislação em vigor, aviões da FAB podem ser requisitados por autoridades por "motivo de segurança e emergência médica, em viagens a serviço e deslocamentos para o local de residência permanente". "A FAB não pode dizer [o que não pode]. Nós é que temos o que dizer para a FAB. O transporte é em função da chefia do poder, da representação. (...) A lei não diz que [o compromisso] tem que estar na agenda, não. Isso não é pré-condição para estar dentro da lei", avaliou. Renan requisitou um avião modelo C-99 para ir de Maceió a Porto Seguro às 15h do dia 15 de junho, um sábado. Ele participou do casamento da filha mais velha do líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM). O voo de volta foi às 3h da manhã do domingo, para Brasília. O casamento de Brenda Braga, filha do colega peemedebista, reuniu políticos e empresários. O cantor Latino foi contratado para fazer show privativo.