Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Câmara discute situação de taxistas e regulamentação deve sair em julho

Câmara discute situação de taxistas e regulamentação deve sair em julho
Foto: Divulgação
A situação dos taxistas de Salvador foi tema de discussão na sessão especial realizada nesta quarta-feira (19), no plenário da Câmara Municipal de Salvador, promovida pelo vereador Léo Prates (DEM).  As principais queixas dos motoristas de táxi são relativas à falta de sinalização nos pontos, o combate ao transporte clandestino em Salvador, requalificação dos profissionais e uma nova regulamentação para a categoria. O secretário municipal de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia, que participou do evento, garantiu que no dia 30 de julho será entregue a regulamentação profissional e deu um prazo de 90 dias para resolver as questões dos toldos e banheiros químicos nos pontos de táxis. Vice-líder do governo na CMS , Prates  tem mantido a tradição de políticos do Democratas de legislar em favor dos taxistas. O vice-líder do governo na Casa é autor de sete projetos voltados à categoria. Um deles sugere a instalação de GPS com o intuito de melhorar a segurança desses profissionais. Os GPS serão conectados a uma central de monitoramento pública e assim contribuirão para a segurança de usuários e taxistas. “Acredito que esta sessão será revertida em ações práticas para resolvermos as questões desta categoria”, disse o edil. A sessão especial na Câmara contou ainda com a presença do gerente da Getaxi (Gerência de Táxis e Transportes Especiais da Prefeitura ), Marcelo Tavares, além de representantes de associações e lideranças da categoria.