Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

Embasa nega que redes operadas pela empresa sejam causa do deslizamento da Avenida Contorno

A Embasa informou, por meio de nota à imprensa, que não houve, nas últimas duas semanas,  registro de solicitação para correção de vazamento ou desobstrução nas redes operadas pela empresa, na rua Visconde de Mauá, situada acima do trecho da avenida Lafayete Coutinho (Contorno) onde ocorreu deslizamento de terra na manhã deste domingo (16). Após o deslizamento, engenheiros da empresa estiveram no local e constataram que apenas a rede coletora de esgoto rompeu com o peso da terra que cedeu. Segundo a Embasa, a rede distribuidora de água está intacta, pois não se encontra no local do acidente. “Estas evidências levaram os técnicos a concluir que são infundadas as especulações acerca de vazamento ou extravazamento de esgoto como causa do deslizamento de terra nesta área da cidade”, afirma ainda a estatal. Devido ao deslizamento de terra, a Contorno foi interditada e linhas de ônibus precisaram ser alteradas