Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

A nova Câmara Municipal

Por Ricardo Luzbel

A nova Câmara Municipal
Foto: Maiana Marques/ Bahia Notícias
O presidente do Fórum Empresarial da Bahia, o empresário Victor Ventim, em reunião na última sexta-feira (14) na Câmara Municipal de Salvador, reconheceu a nova força do Legislativo, ao afirmar que os empresários, de certa forma, menosprezaram e não se atentaram para um poder que tem se consolidado e assumido verdadeiramente a importância do seu papel no contexto das grandes discussões para a cidade. Deve-se reconhecer que, com a renovação de mais de 50% dos vereadores na atual legislatura, surgiram novas lideranças e o reposicionamento de algumas que renovaram o mandato, o que estimulou a Casa em assumir outra postura perante a sociedade e aos poderes constituídos. A nova visão administrativa e política adotada pelo presidente Paulo Câmara (PSDB), o diálogo do líder da oposição Gilmar Santiago (PT), o “henriquista” Geraldo Jr. (PTN), que mostrou forte liderança na votação das contas do ex-prefeito João Henrique, e outros como o polêmico e combativo Carlos Muniz (PTN), além dos novatos que se apresentam como verdadeiras e naturais lideranças como Kiki Bispo (PTN), que entendeu a força de ser presidente da CCJ, Trindade (PSL), que, de forma discreta e sem holofotes, tem se mostrado um grande articulador, e Léo Prates (DEM), que é a voz do prefeito na Casa, têm transformado a rotina quase pacata e subserviente de outrora, em dias agitados e de muita articulação. Já outras figuras, que anteriormente tinham poder na Casa, foram ficando para trás, como Alfredo Mangueira (PMDB), que viu seu poder e grupo de seguidores passarem a outros experientes, como os decanos Odiosvaldo Vigas (PDT) e Pedrinho Pepê (PMDB), que sempre tiveram papel secundário na vida da Câmara Municipal.