Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

Em média, três caxirolas são vendidas por dia em único ponto de venda do instrumento

Em média, três caxirolas são vendidas por dia em único ponto de venda do instrumento
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Após a proibição da entrada da caxirola, instrumento que foi criado por Carlinhos Brown para ser a vuvuzela brasileira, o único ponto de venda no país onde é vendido – o Hipermercado Andorinha, em Santana, bairro da zona norte de São Paulo –, comercializa, em média, três exemplares por dia. "Tem dia que não vende nenhum. As pessoas até pegam na mão, com curiosidade, mas devolvem. O preço também está salgado. O quilo da picanha está R$ 19,90 aqui, a pessoa acaba levando a carne", disse Garrone, gerente do mercado em entrevista à Folha. Além do preço, considerado alto, a proibição da Fifa para que o público entre nos estádios da Copa com qualquer tipo de instrumento também contribui para o fraco movimento do negócio. "Eu até ia comprar para o meu filho, que pretende ir a algum jogo da Copa, mas não vou comprar para ele só ficar fazendo barulho em casa", disse a dona de casa Sandra Silva.