Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

Justiça determina retorno às atividades dos médicos municipais em greve

Justiça determina retorno às atividades dos médicos municipais em greve
Os médicos da rede municipal de saúde, em greve desde terça-feira (4), deverão retornar às atividades imediatamente, de acordo com decisão do desembargador Gesivaldo Nascimento Britto, publicada nesta quinta (7), determina o imediato retorno às atividades dos médicos da rede municipal de saúde. A categoria está sujeita a aplicação de multa diária no valor de R$ 50 mil caso desrespeite a decisão. O município havia ingressado com o pedido na Justiça para minimizar os riscos provocados pela falta de médicos nas unidades de saúde. Em comunicado enviado à imprensa, o Sindmed informou que todos os postos de saúde da cidade estariam paralisados, inclusive as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e do Programa Saúde da Família. Segundo a prefeitura, a greve foi anunciada às vésperas de um feriado prolongado, sem nenhum contato prévio de negociação junto ao município para que fossem adotadas soluções que viabilizassem as condições de trabalho dos profissionais. O secretário municipal da Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, fez um apelo para que os médicos voltem aos postos de trabalho e retomem o diálogo para que se chegue a um acordo entre as partes.