Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Dilma chama Rio Grande do Norte de Rio Grande do Sul

A presidente Dilma Rousseff ampliou nesta segunda-feira (3) o seu repertório de gafes geográficas, ao chamar o Rio Grande do Norte de Rio Grande do Sul, em um evento com prefeitos em Natal. Ao cumprimentar o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Rio Grande do Norte, a petista referiu-se a ele como “presidente da CUT do Rio Grande do Sul”. Ao perceber o equívoco, se corrigiu. “Vocês me desculpem, é porque fui batizada recentemente”, brincou, em referência ao fato de a governadora do estado, Rosalba Ciarlini (DEM), chamá-la de potiguar em três momentos de seu discurso. Em 2009, Dilma elogiou Rondônia por apresentar uma evolução mais rápida do que a brasileira. O problema é que a presidente estava em Roraima. Em outras duas ocasiões, a petista chamou o Mato Grosso do Sul de Mato Grosso. Dilma esteve em Natal para entregar maquinário pesado a prefeitos potiguares, com o objetivo de auxiliar no combate à seca. A presidente foi alvo de protesto de produtores rurais, que citaram o perdão a dívidas de US$ 900 milhões de 12 países africanos: “A dívida dos africanos foi perdoada. Perdoa a dívida dos agricultores do Nordeste, Dilma!”, dizia uma das faixas. Informações da Folha.