Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Com aval da União, dívida externa dos estados cresce mais de 50% em um ano

Governos estaduais têm contraído volume inédito de empréstimos no exterior, após autorização do Ministério da Fazenda, que resolveu contornar critérios estabelecidos anteriormente. De acordo com restrição criada em 1997, a União só pode garantir empréstimos tomados por estados cuja capacidade de pagamento seja classificada como “A” ou “B” em avaliação do Tesouro. Excepcionalmente, em caso de “projeto relevante para o governo federal” com garantias do tomador, a lei permite a autorização de empréstimos para unidades federativas com notas “C” e “D”. No entanto, a exceção se transformou em regra e estados mais e menos endividados foram autorizados a tomar novos empréstimos no país e no exterior para diversos fins. Segundo a Folha, a dívida externa estadual teve um aumento superior a 50% em somente um ano. O montante era de US$ 12,5 bilhões em abril de 2012 e atingiu US$ 19 bilhões no mês retrasado. Em moeda nacional, a dívida, que não chegava a R$ 20 bilhões no começo do governo Dilma, atualmente está próxima dos R$ 40 bilhões.