Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

Áreas paradas na Justiça assentariam 29 mil famílias, diz governo

Áreas paradas na Justiça assentariam 29 mil famílias, diz governo
Foto: Divulgação/Embrapa
O Brasil tem, atualmente, 234 imóveis que só dependem de uma conclusão da Justiça para virarem assentamento rural, de acordo com informações divulgadas pelo governo. Um levantamento feito pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) mostra que a quantidade, traduzida em 413 mil hectares de terrenos inutilizados, seria suficiente para assentar 14 mil famílias brasileiras. Os imóveis fazem parte de um conjunto de 523 áreas que, desde 1998, foram encaminhadas à Justiça para fins de reforma agrária. Quando somados, todos os terrenos parados representam 906,3 mil hectares de terra, com capacidade para assentamento de 29 mil famílias, segundo o Incra. No entanto, Para a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o próprio instituto é responsável pela demora nos processos de desapropriação, devido a vistorias mal feitas. Segundo a entidade rural, durante a fase do processo administrativo, funcionários do órgão marcam de ir um dia na fazenda, mas só comparecem em outro. Informações da Folha.