Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

CGU aponta negligência do governo com bilhetes aéreos

CGU aponta negligência do governo com bilhetes aéreos
Foto: Reprodução
Um levantamento da Controladoria-Geral da União (CGU) encontrou indícios de desperdício e falta de planejamento generalizados na compra de passagens aéreas pelo governo, despesa que já consumiu R$ 1,2 bilhão desde o início da gestão Dilma Rousseff. Ao analisar uma amostra de 49,5 mil bilhetes emitidos para servidores e autoridades, os auditores descobriram que a maioria dos órgãos federais adquire os voos a preços inflados e com pouca antecedência. Nos dados do segundo semestre de 2011, foram registrados 18,1 mil voos no trecho Brasília-São Paulo, com distorções de até 155% nos preços. No eixo Brasília-Rio de Janeiro, rota mais solicitada pelos servidores e autoridades, as diferenças alcançam 146%. Embora uma portaria do Ministério do Planejamento determine que as compras sejam feitas ao menor preço e que os voos sejam registrados com antecedência mínima de 10 dias no Sistema de Concessão de Diárias e Passagens, o levantamento mostra que 85% dos órgãos emitem os bilhetes em prazo menor. Aquisições de última hora só são admitidas em caráter excepcional, desde que autorizadas pela autoridade máxima do órgão em questão. Informações da Agência Estado.