Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Dilma diz que Brasil perdoará ou renegociará dívida africana

Por Rafael Moura / Agência Estado

Convidada especial das comemorações dos 50 anos da União Africana, a presidente Dilma Rousseff disse neste sábado (25) que o governo brasileiro vai perdoar e, em outros casos, reduzir a dívida de um total de 12 países africanos. “Viemos sistematicamente resolvendo esses problemas (de dívida) para poder ter uma relação agora muito mais efetiva”, afirmou Dilma em coletiva concedida a jornalistas. A cifra das dívidas corresponde a US$ 897,7 milhões, que serão perdoados ou renegociados. A medida beneficia os seguintes países: Costa do Marfim (US$ 9,4 milhões), Gabão (US$ 27 milhões), República da Guiné (US$ 11,7 milhões), Guiné Bissau (US$ 38 milhões), Mauritânia (US$ 49,5 milhões), República Democrática do Congo (US$ 5,8 milhões), República do Congo (US$ 352 milhões), São Tomé e Príncipe (US$ 4,2 milhões), Senegal (US$ 6,5 milhões), Sudão (US$ 43,2 milhões), Tanzânia (US$ 237 milhões) e Zâmbia (U$ 113,4 milhões).