Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 20 de Fevereiro de 2013 - 18:10

Sílvio Humberto diz que livro do programa Alfa e Beto tem citações racistas

por Rodrigo Aguiar/ Bárbara Affonso

Sílvio Humberto diz que livro do programa Alfa e Beto tem citações racistas
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Recém eleito presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal, o vereador Sílvio Humberto (PSB) criticou em plenário nesta quarta-feira (20) trechos de um livro que faz parte do programa de alfabetização Alfa e Beto, escolhido pela prefeitura para a rede municipal de ensino. “Fernanda tem duas bonecas. Uma é linda de se ver. A outra, coitadinha, é feinha de doer. A bonita tem cabelo loiro, todo ele trançado. Quando se puxa uma corda, vira a cabecinha para o lado. A feia tem pouco cabelo, de tanto que já foi puxado. Não tem pilha, não tem corda, não se move para o lado”, leu o socialista, após dizer que "As bonecas de Fernanda", escrito por Alexandre Azevedo em 1965, possui “citações racistas”. “Esse é o texto proposto para alfabetizar as nossas crianças? Onde fica o esforço do movimento negro?”, questionou, ao afirmar que suas críticas não são apenas do ponto de vista do material, mas também em relação ao conteúdo programático do Alfa e Beto.

O democrata Cláudio Tinoco (DEM) discordou do colega de Câmara e argumentou que o texto não faz relação entre uma boneca branca e outra boneca negra. “Não tem nada de racista. O texto fala da condição das bonecas. Uma está velha, sem pilha. É uma boneca feia e não uma boneca negra”, argumentou. O vereador Léo Prates (DEM) também entrou na discussão para defender o chefe do Executivo [ACM Neto]. Ao informar que a prefeitura examinará o conteúdo do livro, cometeu uma gafe ao atribuir o livro a Monteiro Lobato, também alvo de críticas por apresentar elementos racistas em suas publicações.

Histórico de Conteúdo