Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 13 de Setembro de 2012 - 00:00

Fábrica da Foton em Camaçari produzirá dois tipos de veículos leves comercias

por David Mendes

 

Brasil comercializa três modelos de veículos comerciais da Foton

Camaçari ganhará mais uma montadora de veículos. Só que, diferente do que foi anunciado nos quatro cantos do país, a fábrica na Bahia será comandada pela Foton Motors do Brasil, do grupo brasileiro Mater Participações que, como a Foton Aumark do Brasil, dirigida pelo ex-presidente do BNDES Luis Carlos Mendonça de Barros, também representa a marca chinesa, maior fabricante de veículos comerciais do mundo. De acordo com a Foton Motors do Brasil, contatada pelo Bahia Notícias, o investimento inicial previsto é de US$ 300 milhões, com capital 100% brasileiro. A unidade automobilística, que tem previsão para iniciar a produção no último trimestre de 2013, fabricará em Camaçari dois tipos de veículos comerciais leves, um sobre chassi e outro sobre monobloco. A previsão é que 30 mil unidades sejam fabricadas na planta fabril por ano, que ocupará 1 milhão de metros quadrados em uma área em Camaçari. Segundo a assessoria de comunicação da Mater Participações, o protocolo de intenções com o governo da Bahia será assinado nesta sexta-feira (14), mas, “por questões estratégicas”, os dois modelos que serão produzidos no estado só deverão ser anunciados no início do ano que vem. Atualmente no Brasil, três modelos de caminhões são importados direto da China pela Foton Aumark. O primeiro, considerado semileve, possui capacidade para 3,5 toneladas. Já o segundo e o terceiro, considerados leves, contam com capacidade de 6,5 t e 8,5 t respectivamente. Segundo Osmar Hidalgo, diretor-executivo da Foton Motors, a fábrica deverá gerar, até 2017, mil empregos diretos e seis mil indiretos. O secretário estadual da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, afirmou que a chegada da montadora para a Bahia "demonstra a capacidade e a infraestrutura que o estado tem para abrigar investimentos deste porte". “Já temos a Ford, a JAC Motors está a caminho e agora chega a Foton. A Bahia está orgulhosa de mais esta conquista, que consolida o parque automobilístico baiano como um dos mais importantes do país”, comemorou. A produção contará com os fornecedores já existentes na região e também deverá atrair novos provisores para a Bahia. A previsão é de que o índice de nacionalização dos veículos fabricados seja de 65% até 2017.

Histórico de Conteúdo