Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Prefeito de Elísio Medrado pega nos órgãos genitais e faz gesto obsceno para adversários
Everaldo Caldas está com candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral
Adversários do atual prefeito de Elísio Medrado, Everaldo Caldas (PP), resolveram registrar nesta segunda-feira (20) uma concentração política na praça principal da cidade quando foram surpreendidos com um gesto obcesno e considerado impróprio, já que foi cometido pela maior autoridade do município. Segundo oposicionistas do gestor, a necessidade da filmagem foi porque o político não tinha autorização da Justiça Eleitoral para realizar o evento. Segundo a cinegrafista Lívia da Silva, além de ser obrigada a presenciar as cenas, consideradas "lamentáveis", ela ainda teria sido ameaçada por correligionários do pepista. “Uma falta de respeito com a cidade, tinha crianças, mulheres, jovens ali”, criticou, em depoimento ao site Amargosa News. Caldas tenta a reeleição, mas a sua candidatura foi indeferida pela Justiça Eleitoral, devido a problemas com suas contas durante o exercício de 2010. A coligação “Aliança da Vitória”, liderada por ele, recorreu e aguarda julgamento. O prefeito chegou a ser preso em novembro de 2011 durante uma operação da Polícia Federal batizada de “Carcará”, que apontou o envolvimento de 43 gestores em um esquema de fraude em licitações e desvios de verbas de merenda escolar, compra de medicamentos e obras com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).



Histórico de Conteúdo