Ex-prefeito de Coração de Maria, Diego Coronel terá que devolver R$ 590 mil
Foto: Reprodução / Coração Notícias

O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA) desaprovou as contas do ex-prefeito de Coração de Maria, Diego Coronel (PSD), por um convênio firmado com a Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb). De acordo com decisão tomada nesta quarta-feira (28), o filho do deputado estadual e também ex-prefeito do município, Angelo Coronel (PSD), terá que devolver cerca de R$ 590 mil aos cofres públicos por responsabilização financeira. Além disso, o relator do processo, conselheiro Pedro Henrique Lino, em voto aprovado por unanimidade, aplicou três multas: R$ 5 mil ao ex-prefeito; de R$ 2 mil ao também ex-prefeito do município, Paim da Farmácia (PT), e R$ 5 mil ao ex-diretor da Sudesb, Raimundo Nonato Tavares da Silva. A prefeitura de Coração de Maria terá que devolver, no prazo máximo de 15 dias, o saldo remanescente do convênio com a Sudesb, no valor em que o mesmo estiver. No julgamento, o conselheiro Inaldo da Paixão Santos Araújo foi voto vencido em dois pedidos de preliminares. A primeira para que fossem ouvidas a Assessoria Técnico-Juridica (Atej) e a representação da Procuradoria Geral do Estado (PGE), e a segunda para que os autos fossem encaminhados, em diligência interna, à 5ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE) para esclarecimentos quanto ao valor da imputação de débito.

Histórico de Conteúdo