Sexta, 22 de Julho de 2016 - 11:20

Sauípe: MP apura igreja que estampou placa de ódio a gays

por Francis Juliano

Sauípe: MP apura igreja que estampou placa de ódio a gays
Fotos: Reprodução / Correio
Uma igreja evangélica em Porto Sauípe, Litoral Norte baiano, se tornou alvo de investigação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) após uma frase com incitação de ódio a homossexuais ficar estampada na porta do local. O texto, fixado na fachada da igreja e que gerou polêmica, é o seguinte: “se hum homem tiver relacionamento com outro homem, os dois deverão ser mortos por causa desse ato nojento; Eles serão responsáveis pela sua própria morte”. Segundo o Correio, além da placa, tirada no livro Levítico, do Antigo Testamento da Bíblia, há outra na frente da igreja com tom de ameaça: “Você é livre para fazer suas escolhas, mas não é livre para escolher as consequências”.



 
Ao Bahia Notícias, a promotora Márcia Teixeira, coordenadora do Centro de Apoio dos Direitos Humanos do MP-BA, informou que o caso veio à tona por denúncia anônima e que ação deve chegar no começo da semana à promotoria de Mata de São João. “Nesse momento de violência, principalmente contra a população LGBT, a gente deve propagar a tolerância e a solidariedade, e não incitar a violência”, disse em entrevista ao BN. Com o processo em mãos, a promotoria deve encaminhar o caso para inquérito policial.


Histórico de Conteúdo