Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Porto Seguro: Reconhecimento Facial alcança 5 foragidos durante festejos juninos
Foto: Divulgação / SSP-BA

Três foragidos da Justiça foram presos em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, durante os festejos de São João, na noite deste sábado (18). Com isso, subiu para cinco o número de foragidos encontrados na festa. Os dois primeiros foram detidos na quinta-feira (17) e na sexta-feira (18).

 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), as prisões ocorreram com a ajuda da tecnologia do Sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Neste mesmo sábado, a SSP-BA informou que capturou outros dois foragidos da Justiça em Salvador.

 

Os foragidos encontrados em Porto Seguro respondem por crimes como não pagamento de pensão alimentícia, tentativa de homicídio qualificado, tráfico de drogas e associação criminosa. Eles foram detidos após passarem pelos portais de abordagem no circuito de São João da cidade.

 

O primeiro suspeito localizado tentava entrar na terceira noite de festa na “Passarela do Descobrimento”, por volta das 20:51h. Câmeras de monitoramento alertaram as equipes da base móvel do Centro Integrado de Comunicações (Cicom) Costa do Descobrimento. A informação era que um suspeito de camisa branca tinha 90% de similaridade com um foragido.

 

Guarnições do 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Porto Seguro) identificaram o homem e, após abordagem para verificar os documentos de identificação pessoal, o conduziram para o posto da Polícia Civil montado na festa. O preso tinha mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara de Família, Órfãos, Sucessões, Interditos de Porto Seguro. As outras prisões da noite ocorreram às 9h20 e 23h08. 

 

SALVADOR

Em Salvador, policiais militares prenderam por volta das 20:21 um homem procurado pelo crime de estupro de vulnerável. Com 96% de correspondência através do reconhecimento facial, o acusado andava por um dos pontos monitorados da cidade quando foi identificado.  

 

Mais cedo, um homem com ordem judicial preventiva pela prática de roubo foi alcançado após ser flagrado pelo Sistema. O alerta tinha sido de 91% de conformidade, o suficiente para que policiais do 18º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Centro Histórico) abordassem o suspeito e confirmasse a hipótese.

 

Ainda segundo a SSP-BA, com as quatro prisões, o Sistema de Reconhecimento Facial chega a marca de 262 foragidos flagrados com o auxílio da ferramenta. 

Histórico de Conteúdo