Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Criança de 3 anos morre após ter casa incendiada em Feira de Santana
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Uma criança de 3 anos morreu carbonizado por nesta sexta-feira (17), no 1º andar da casa onde morava, na Rua Bertulina Carneiro, bairro Campo Limpo, em Feira de Santana. A criança foi identificada por Hugo Santos Castor Daltro. 

 

Segundo o Acorda Cidade, o irmão de Hugo, Murilo Santos Castor Daltro, 9 anos, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA).

 

Em entrevista ao Acorda Cidade, o delegado André Ribeiro, que efetuou o levantamento cadavérico, informou que apenas a perícia irá confirmar o que provocou o incêndio no local.

 

“Ao chegarmos aqui, nós constatamos que o incêndio se originou no quarto, como se fosse algum tipo de curto-circuito, mas a perícia ainda não confirmou o que tenha provocado este incêndio, não há a confirmação que teria um celular carregando, até porque não encontramos nenhum carregador, nem aparelho celular, mas a equipe irá retornar aqui na residência com as devidas ferramentas, para identificar o que tenha provocado este incêndio. Pelo que levantamos de informações, haviam estas duas crianças, uma que infelizmente veio a óbito, ela estava dormindo na cama e a outra ficou gravemente ferida, sendo socorrida para o Hospital Geral Clériston Andrade”, disse.

 

Ainda de acordo com o delegado, não há uma confirmação se tinha algum adulto no momento do incêndio.

 

“Pelo que a gente constatou, a mãe das crianças não estava no momento, ela está aqui agora, porém muito abalada emocionalmente, ainda não tem condições de prestar esclarecimentos do que tenha acontecido na residência. A equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas os próprios moradores que conseguiram debelar as chamas”, concluiu.

Histórico de Conteúdo